(In)Gratidão

Renovam-se os dias, projetam-se os planos, vomita-se, ano após ano, o falso altruísmo. Paz, amor e saúde para todos.

Rotina atrás de rotina.

365 novas oportunidades para se ser feliz, para se ser melhor, para se fazer mais.

Passam-se os anos e continuamos iguais.

Falsos, hipócritas, de amor centrado no próprio umbigo, desrespeitando o outro, impondo vontades, formulando juizos sem valor, encostando todos à parede, de espada aguçada e de ponta envenenada.

Continuamos a saga. Reclamamos de quem não tem coração, exultamos o saber daquele que nos disse que deveriamos viver em perdão, em comunhão e em total aceitação.

Rotina atrás de rotina.

Cinismo carregado de cinismo.

Caminheiros sem dono, sem rumo ou direção, na repetida ingratidão para com aqueles que nos esteram a mão.

© Balthasar Sete-Sóis, 2020

Categories Sem categoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close