Limites em Erupção

Adora o desejo e larga-me
Abandona-me e odeia-me
Perde-te em desejos e loucuras
Despe-te de ansiedades e torturas
Afaga-me de perto
Deita-me no chão da estrada
Desalma-me, rasga-me
Desfaz-me de sentidos
Penetra-me a superfície
Estraga-me em razões
Para eu te esquecer

Perdoa-me sem perdão
Afasta-me de tudo
Afaga-me bem fundo
Parte-me em dois
Duplica-me em nada
Esquece os corações
Para lá da madrugada
Estilhaça-me os desejos
Dispara sem direcção
Se não acertares em cheio
Vou entrar em erupção

© BALTHASAR SETE-SÓIS

In Amantes da Poesia, Vol. III

Categories Sem categoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close